© 2017 por Develop Educação Financeira

www.developeducacaofinanceira.com.br

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

O que é Educação Financeira?

     Educação Financeira é o processo através do qual consumidores e investidores ampliam seu entendimento sobre o uso e gerenciamento do dinheiro e, por meio de informação e orientação:

  • fazem escolhas com maior segurança e inteligência financeira;

  • sabem quando e onde procurar ajuda;

  • adotam outras ações que melhorem o seu bem-estar e sua qualidade de vida.

 

Porque a Educação Financeira é importante?

     A educação financeira tornou-se necessária em virtude da enorme variedade e complexidade dos produtos financeiros existentes, o que dificulta ainda mais a tomada de decisão para o cidadão comum.

Outros fatores que apontam para a demanda desse tipo de aprendizado são:

  • o aumento da expectativa de vida após a aposentadoria. É preciso começar a planejar e investir no futuro para que a velhice seja repleta de realizações e bem-estar familiar;

  • As freqüentes mudanças dos planos de aposentadoria social trazem maior insegurança quanto ao futuro, por isso a necessidade de garantir a própria aposentadoria através do planejamento de investimentos;

  • Maior número de jovens preocupados com seu futuro financeiro. Ferramentas de apoio, incentivo e material educativo são capazes de mudar o comportamento e a relação de jovens e crianças com o dinheiro;

  • Risco de endividamento devido à complexidade dos produtos financeiros, à facilidade do crédito e ao baixo nível de conhecimento financeiro da população;

  • Saúde física e psicológica, que acabam comprometidas diante de conflitos financeiros;

  • O grande apelo ao consumo vivenciado atualmente.

 

Benefícios da Educação Financeira

  • Maior controle do orçamento;

  • evita o sentimento de culpa e frustração pelo consumo exagerado, gerando assim, bem estar emocional e psicológico;

  • tomada de decisões mais conscientes e realistas;

  • Maior disciplina na economia para realizar projetos pessoais e familiares;

  • Aposentadoria mais confortável;

  • Segurança financeira para imprevistos, como doença ou a perda de seu emprego.