© 2017 por Develop Educação Financeira

www.developeducacaofinanceira.com.br

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

     Atualmente as empresas vem assistindo os problemas financeiros atrapalharem o desempenho e o desenvolvimento de muitos colaboradores. Um funcionário endividado está constantemente insatisfeito com o seu salário e não reconhece o valor dos benefícios que a empresa disponibiliza. E, muitas vezes, enxerga nas verbas rescisórias a única solução para o seu problema financeiro.

     Além disso, colaboradores com problemas financeiros têm maiores índices de atrasos e ausências, assim como utilizam recursos da empresa para resolver seus problemas pessoais. O índice de pequenos furtos também é consideravelmente maior entre os funcionários endividados, bem como a demanda por empréstimos consignados e adiantamentos. Para impedir que a insatisfação acabe com a sua carreira, o funcionário tem somente uma opção: reorganizar-se financeiramente. E a companhia onde trabalha pode ajudar neste processo. Afinal, é também responsabilidade da empresa preocupar-se com a qualidade de vida dos empregados, visto que a satisfação reflete diretamente nos seus resultados.

     Além de consultorias personalizadas que auxiliarão o funcionário a se reorganizar financeiramente e a utilizar da melhor forma as ferramentas disponíveis, como por exemplo adiantamentos de salário, as empresas podem oferecer atividades relacionadas à educação financeira, cujo objetivo principal é orientar os funcionários a lidar com o seu dinheiro de forma mais adequada e saudável, através de maior conhecimento sobre as ferramentas e produtos disponíveis, além de maior controle sobre seu real orçamento.

 

     Os principais benefícios da educação financeira nas empresas são:

  • Queda do absenteísmo;

  • Diminuição nos atrasos;

  • Redução do estresse no trabalho;

  • Aumento da dedicação ao trabalho;

  • Menores índices de afastamento em função de estresse e depressão, muitas vezes oriundos de problemas financeiros;

  • Redução dos problemas associados ao estresse financeiro, como abuso de álcool e drogas;

  • Diminuição do desperdício de tempo de trabalho relacionado à solução de problemas pessoais;

  • Maior facilidade para atração, retenção e motivação dos colaboradores.

 

     O esforço conjunto do empregador e do funcionário a fim de reequilibrar a vida financeira do profissional é primordial para a manutenção da qualidade de vida e a satisfação do colaborador, o que reflete em maior produtividade para a empresa.

     Em resumo, um programa de educação financeira permitirá ao colaborador vislumbrar um futuro mais tranqüilo, que o levará, conseqüentemente, a um presente mais eficiente.

     A Develop elabora atividades com a duração e conteúdos desejados pela empresa.